s Como manter a saúde emocional mesmo desempregado

Como manter a saúde emocional mesmo desempregado

Hey!


O tema de hoje é sobre saúde emocional, como nos sentimos quando não estamos bem emocionalmente e o que a falta de emprego acarreta, mas também algumas dicas para se manter em pé mesmo desempregada.


Ter Saúde Emocional Mesmo no Desemprego

saúde emocional e desemprego depressão
Como manter a saúde emocional mesmo desempregado


Pontos abordados nesse artigo:

  • O impacto do desemprego na vida das pessoas
  • Ficar desempregado causa depressão
  • Estou desempregado e desesperado
  • Saúde emocional e desemprego
  • Dicas para não cair na depressão no desemprego
  • Desemprego consequências sociais


Acredito que nenhum tema seja tão verdadeiro e atual quanto conseguir manter sua saúde emocional diante do desemprego. A maioria da população brasileira vem conhecendo o desemprego de perto, seja como a própria vítima dessa situação ou porque tenha um parente ou dois passando por isto no momento.

Quando se está desempregado alguns sentimentos e estágios passam pela cabeça da pessoa, no primeiro momento um frio horroroso na barriga, depois um certo alívio, em geral já não se estava muito empolgado com o antigo emprego, ficamos até contente com a liberdade recém adquirida e o fato de poder dormir e descansar, ser dono do próprio nariz. Fazer coisas que antes eram impossíveis dá aquela sensação gostosa, é inegável.

Mas o que era até bacana é trocado pelo olhar mais adulto e preocupado, tendo consciência que o país atravessa uma recessão absurda, que o sistema de trabalho está mudando e que dificilmente conseguiremos um outro emprego com as mesmas condições do anterior faz com que alguns sentimentos comecem a surgir.

Na realidade bate um pânico que só quem está passando por essa situação ou já passou entenderá. E esse é o ponto, você verá muitas pessoas de sua família com o dedo em riste acusando você. Jogando todos os sentimentos de raiva e frustração em cima de sua pessoa e nessa hora o seu castelinho emocional vai desabar, por isto proponho algumas alternativas para que não fique totalmente deprimido e consiga encontrar a sua saída.


Mantendo o Emocional Bacana Mesmo Desempregado



É inegável o impacto que o desemprego causa na vida das pessoas, ele é transformador. Então tenha paciência consigo mesmo, não se culpe apenas, é super válido para conseguir seguir em frente fazer uma autoavaliação e verificar o que levou à perda de emprego. Não banque o santinho colocando 100% da culpa no momento do país, mas também não encare exclusivamente a situação como sua culpa. Foi a união de fatores, analise, reflita no sentido de não dar novamente as mancadas que deu e busque o novo. Aprendida a lição, "next".

Ficar desempregado causa depressão?

Não necessariamente precisará ser assim, pode causar se não tiver apoio emocional, se não buscar focar em buscar qualidade de vida nessa situação e isto não quer dizer sair torrando a rescisão com presentinhos para você ou se empanturrando de comida. Cultive a positividade diária e contínua, tenha autocompaixão, o texto do link é uma ótima leitura ao término deste aqui.

Atitudes que Salvam um Desempregado da Falência


Esta etapa é cuidando do órgão mais sensível, seu bolso. Se está se perguntando o que isso tem a ver com a depressão tem tudo. Se duvida arrisque a ficar sem um puto de um real e veja como seu emocional fica destruído.

Continuando: em primeiro lugar você vai tomar uma atitude que irá causar a antipatia de várias pessoas, mas melhor que seja assim do que continue na antiga posição e consiga a antipatia dessas mesmas pessoas e até de outras mais, por não ter mudado. 

Veja tudo o que é supérfluo e corte. Tudo que bancava para as pessoas e, que não era artigo de primeira necessidade, corte. Já os que eram, avise que irá cortar esses gastos, nesse período e que essas pessoas terão que encontrar uma outra forma para se manter já para o próximo mês, estipule o prazo.

Xiiii, nem preciso dizer que vai ouvir choro, revolta, berro e lamentações. Afinal, conhece a historinha de quem mexeu no meu queijo? Mas é melhor enfrentar nessa fase em que seu emocional ainda está forte do que adiar e quando estiver sem dinheiro e muito mais arrasado, acredite poderia sim ser destruidor. Não se permita vacilar nessa questão, lembre-se que estamos falando de sua sobrevivência na crise e superação.

Rotina Diária no Desemprego e Como se Manter Motivado



Insira em sua rotina diária uma atividade física de intensidade moderada a forte, precisará muito dos hormônios que seu corpo produz ao praticar esportes, além de manter a boa aparência e saúde. Se já faz academia e está em dúvida de abandonar ou permanecer, mude para uma mais simples. 

Sei de todo o mimimi do network que fazemos, do investimento e tal, mas agora é hora de economizar mantendo a saúde física e mental.

Outro aspecto importante é o de cuidar muito da sua alimentação, corte alimentos caros, você se surpreenderá com como poderá se manter bem nutrido gastando menos, apenas passando a fazer as suas próprias refeições e acredito que vai curtir, ganhar muito em saúde física e mental.

Rotina para se reposicionar, trace objetivos, quebre em metas mensais, alvos semanais e diários. Se a proposta é retornar como empregado, busque boas alternativas, refaça o currículo, faça uns dois ou três cursos para dar um up, contudo, cuidado com empresas de recolocação, tem muita fajutagem. 

Se for virar empresário, estude muito e conte com a ajuda do melhor, do Sebrae, pesquise, seja humilde e faça os cursos deles, a maioria é de graça e pela internet.

Bom, chegamos ao mundo online, hora de falar coisas que ferem, não fique na bobeira de fazer maratonas de seus seriados no Netflix, estipule o tempo gasto com isto também, claro que precisa de descanso e um pouco de fuga, quem não? Mas ficar uma semana inteira colocando as séries em dia com a desculpa mental de que está aproveitando as férias é burrice, você está é sem fonte de renda e desempregado, não de férias!!! É válida a bronca para atividades em redes sociais.


Uma agenda de compromissos diários é mandatória para continuar a sua vida.

Vai descobrir que muitas pessoas não são amigas de verdade, mas também vai ter surpresas muito bacanas, pessoas que irão se mostrar extremamente solidárias, espero que as valorize após sair da turbulência.

☛ Mantenha a fé, isto quer dizer se tem uma religião ou algo que acredite vá aos cultos, não é pra ficar esperando milagre, é para se fortalecer. 

☛ O momento é de conversar com amigos que realmente são pessoas que têm conteúdo, que possam dar bons conselhos. Como saber quais? 

Simples, aqueles que claramente evoluem na carreira, que você vê que têm uma meta traçada e estão conquistando. São os mais centrados. Até conservadores.

☛ Não se iluda, ninguém está sentindo o que você sente nesse momento e os sentimentos mais comuns são: solidão, medo, fracasso, impotência, tristeza, raiva, amargura, falta de objetividade. Algumas pessoas sentem tudo outras sentem um ou outro, mas se a raiva virar ódio ou se a tristeza virar depressão ou pensamentos suicidas, não tenha medo de buscar auxílio de um psiquiatra.

É comum nesse período sentir essas emoções e você não é louco, apenas está em um momento ruim, pode tratar e superar isto. Mas se protelar essa busca por socorro só pode agravar o desafio que está passando.

☛ Para finalizar, o que tenho a dizer é: seja positivo! Se sentir muita raiva, rancor, sentimentos negativos, faça mais exercícios físicos, evite o uso de drogas lícitas ou ilícitas porque só destroem seu cérebro e vamos combinar que agora precisa dele tinindo.

Se escolheu um plano e um caminho, obviamente terá que ajustar as velas durante o percurso, mas não fique pulando de galho em galho porque se nada fizer ou não persistir não sairá desse túnel. Acredite muito em você, aposte no seu potencial e desenvolva ainda mais seus pontos fortes. Você consegue!

❥ Continue conosco, alguns posts que pode gostar




Se gostou compartilhe com os amigos e inscreva-se no FB | IG ou no blog ali ao lado. Obrigada pela visita. Até a próxima! 
COMENTE GOOGLE+
COMENTE BLOGGER

0 comentários:

Postar um comentário

Aguardo os comentários. bjs

Copyright © 2011 - 2017 Meus Dois Minutos